Defina o NCM certo para os seus produtos e pare de perder dinheiro

Pexels Antoni Shkraba 5583968 - Contabilidade em Grande Vitória e ES | Quantum Soluções Empresariais

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Conhecido como NCM pelos iniciados, a Nomenclatura Comum do Mercosul é o código que permite classificar e tributar os produtos que circulam em todo bloco econômico. E, principalmente, saber como usá-la irá ajudar sua empresa a economizar muito dinheiro em impostos.

O código do NCM é composto por oito dígitos,  só para exemplificar veja abaixo o caso do arroz branco nosso de todo dia:

Quadro Ncm - Contabilidade em Grande Vitória e ES | Quantum Soluções Empresariais

Ele foi criado a partir do SH (Sistema Harmonizado de Designação e Codificação de Mercadorias). Ou seja, em todo mundo, todos os produtos seguem esse padrão até o sexto dígito.

No Mercosul, foram acrescentados os dois últimos dígitos, que avançam na descrição dos produtos.

Por que definir com precisão o NCM

As empresas que fabricam, importam ou apenas vendem produtos estão diretamente em contato com esse sistema na sua operação diária por causa da carga tributária, que incide conforme o código de cada produto.

Como resultado, toda a cadeira tributária – em outras palavras, impostos como PIS, Cofins, ICMS etc. – está relacionada ao código informado, em um grande “efeito dominó”.

Então, antes de mais nada é importante conferir se sua empresa cadastrou corretamente os produtos conforme o NCM – para isso, vale consultar a tabela completa disponibilizada pelo site da Receita Federal.

Dedique atenção redobrada ao tema: pequenos erros nessa área, multiplicados por centenas ou milhares de vendas, podem causar um prejuízo significativo ao seu lucro.

Além disso, ao fazer o definir o código correto aos seus produtos, você pode utilizá-lo também para gerir seu negócio por meio de softwares de ERP (sigla em inglês para “planejamento de recursos empresariais”).

O impacto do NCM e no seu negócio

Seja você da indústria, do comércio ou da importação, veja abaixo um panorama dos seus principais desafios nessa área:

Indústrias – todo item produzido terá uma NCM específica e partir dela será determinada as alíquotas dos impostos. Existem mais de 10 mil classificações fiscais possíveis, o que pode tornar o processo de definição longo e custoso.

Importadoras – além dos tributos definidos pela NCM, o empresário irá se deparar com a verificação de produtos ex-tarifários – ou seja, aqueles que sofrem redução temporária da alíquota de importação de bens de capital, informática e telecomunicação, segundo a Tarifa Comum do Mercosul, quando não houver produto nacional equivalente) – e com o trâmite específico a cada produto nos órgãos reguladores (Anvisa, Ministério da Agricultura e Inmetro).

Comércio – ainda que o produto chegue ao seu estabelecimento com o código NCM já definido, é preciso fazer a verificação: há inúmeros casos em que é adotado um código genérico, incompleto ou sem padronização com os demais itens de estoque, o que pode fazer com que um mesmo produto seja registrado com nomenclaturas diferentes.

Aliás, existem casos em que há benefícios fiscais relacionados à NCM’s específicas. O seu contador é um parceiro estratégico para ajudá-lo a identificar e aproveitar ao máximo essas oportunidades por meio de ferramentas como a auditoria fiscal e conciliação das informações fiscais e tributárias.

 

Saiba mais sobre o NCM e como usá-lo corretamente para pagar menos impostos: clique aqui e fale com um dos nossos especialistas.

 

Foto de ANTONI SHKRABA no Pexels

 

Classifique nosso post post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! Clique no botão abaixo e fale conosco!

Precisa de ajuda?